× Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
POETIZANDO pra NÃO ir PIRANDO
Sentimentos, Poesias...Percepções ...São todos os dias
Textos
No meio dessa Pandemia

No meio dessa Pandemia


Como Heráclito já dizia: em cada água não passa duas iguais.
Daí que vivemos os Ais
Não há futuro.
Estamos submetidos ao presente inseguro.
O tempo não volta atrás...
O passado se desfaz
o futuro já não há
A finitude aqui está.
A vida não se repetirá.
O sopro sopra, mas, por quanto tempo?
A vida é um sopro de ar
Pois pare o passo!
Aperte o freio
O piloto sumiu! Na verdade ele nunca existiu.
Estamos todos nesse mesmo barco.
Portanto, PARE, contemple o oxigênio sem receio
Estamos de fato no meio...
No meio dessa Pandemia
Pandemônio
A revelia
Talvez isso nos cure, um dia.... da doença da hipocrisia: a doença tão mal da indiferença social, a desigualdade do capital: o grande flagelo humano
Sem engano, noite dia, pensemos, estamos no meio dessa Pandemia









Fla Vinha Valença
Enviado por Fla Vinha Valença em 09/04/2020
Alterado em 16/04/2020
Comentários