POETIZANDO pra NÃO ir PIRANDO

Sentimentos, Poesias...Percepções ...São todos os dias

Textos

Pára
Para as mãos sujas de sangue
Para as mãos que apoiam as mãos sujas de sangue
Para as mãos e os braços cruzados
Para as mãos inertes
Para você que só compete e não colabora
Para parar a paralisia
Parar as mãos que à tudo espia
Parar a exploração e a hipocrisia
Flavia Valença Lima
Enviado por Flavia Valença Lima em 28/11/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras