× Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
POETIZANDO pra NÃO ir PIRANDO
Sentimentos, Poesias...Percepções ...São todos os dias
Textos
Eclipse do Coração
Era uma vez...
Viviam ao auto engano. Ele a amava indiferentemente. Ela, brilhava displicentemente. Ele não parava de girar. No inicio parecia em torno sua orbita. "Só  que não". Ele girava entorno da orbita de um planeta. Mas ela por ele sentia certa atração... por seu mundo, pelo seu melhor:
sua calma, seu brilho noturno, e uma intelectualidade mor. Mas no raiar do dia, sentia solidão.

É que durante a noite ela dormia, e a sua ausência lhe fazia companhia (à ele). Mas de dia ela procurava e a ele não o encontrava.... dormindo ele estava, e ela sozinha ficava.

Era solidão a dois. Satisfação pra depois...

Em dias de eclipse se fundiam. Mas eram raros esses dias. Momentos de encontros plenos e de plena satisfação. Depois viviam certa enganação: ela esperando que ele fosse outro (diurno). Ele esperando nada então.... só  queria que ela brilhasse para ficar olhando, como uma estrela que possuía.
Amor de verdade. Amor de verdade? Durante anos ela o esperou. Durante anos ele a monopolizou, mas deixou-a só. Viviam esse nó.  Essa ligação.
Um Eclipse do coração:um dia em que o Sol encontrava a Lua. Em que juntos se equilibravam no universo do vazio.


Fla Vinha Valença
Enviado por Fla Vinha Valença em 11/02/2019
Alterado em 14/08/2019
Comentários